Plano De Saude Empresarial Por Que Sua Empresa Deve Ter Um.jpeg

Plano de saúde empresarial: por que sua empresa deve ter um?

Muitos empreendedores ficam pensando em estratégias que podem adotar para reter talentos. O que nem todo mundo percebe é que oferecer o plano de saúde empresarial é uma das alternativas mais interessantes.

Uma pesquisa da Catho, divulgada pelo jornal O Dia, mostrou que a assistência médica é o benefício mais valorizado, sendo a preferência de 74,6% dos trabalhadores brasileiros. Além disso, essa é uma forma de garantir um bom clima organizacional, mais produtividade e, por que não, o crescimento do seu negócio.

Para detalhar mais os motivos que justificam a contratação do plano de saúde para seus colaboradores, este post vai abordar esse assunto e apresentar as vantagens dessa atitude. Quer saber mais? Então, acompanhe!

A importância do plano de saúde empresarial

A saúde dos colaboradores da sua empresa deve ser uma preocupação constante. Quando ela vai mal, o resultado é a perda de produtividade, menos comprometimento por parte do profissional, aumento das ausências e faltas, entre outras situações que ocasionam prejuízo à organização.

É por isso que se tornou um consenso entre os empreendedores o fato de que o investimento na saúde do colaborador se reverte em benefícios para a organização. Essa afirmação é confirmada pela pesquisa da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) e da Aliança para a Saúde Populacional (ASAP).

Segundo os dados do levantamento, 33% dos gestores e empreendedores entrevistados consideram o plano de saúde um verdadeiro investimento. Sabe por que se chegou a esse resultado? Simples: as empresas que adotam essa opção percebem os benefícios diretos ocasionados por essa atitude.

Veja quais são as vantagens obtidas pela empresa e pelos colaboradores a partir de agora:

Melhora na qualidade de vida do colaborador

O que todo profissional quer é conseguir aliar o trabalho à qualidade de vida: um fator de grande peso para sua permanência na empresa. 

Essa é uma questão tão importante que a área de gestão de pessoas foca, cada vez mais, a qualidade de vida no trabalho. A ideia é melhorar a satisfação do profissional por meio da valorização e incentivo.

A saúde e a satisfação com o cargo exercido também são fundamentais nesse momento, bem como a atitude dos gestores. Assim, quando você oferece um benefício que os colaboradores realmente têm interesse e que está relacionado à sua saúde, o resultado é bastante positivo.

Menos preocupação do profissional ao trabalhar

O colaborador tem mais comodidade ao ter um plano de saúde. Ele sabe que pode contar com esse benefício sempre que precisar, seja para uma consulta previamente agendada ou para uma situação imprevista.

Ele também já conhece os hospitais e clínicas nas quais pode ser atendido, o que facilita a procura por um médico quando necessário e evita grandes ausências do local de trabalho.

Aumento do sentimento de valorização

O investimento no capital humano é a melhor forma de reter talentos e elevar a produtividade do seu negócio. Isso acontece por diferentes fatores. Um deles é a própria saúde, que está em dia. No entanto, uma razão fundamental é o sentimento de valorização.

Ou seja, o profissional se sente reconhecido por seu trabalho e sabe que a empresa se preocupa com ele. Essa sensação gera um engajamento maior, conforme a pesquisa da ABRH e da ASAP demonstra. Nesse caso, o resultado ficou em 42%.

Continuação do benefício por um tempo após a demissão

Essa é uma vantagem para o colaborador que não onera a empresa. Portanto, os dois lados ganham. No entanto, para ter esse benefício é necessário que o profissional tenha pedido demissão ou sido demitido sem justa causa e tenha contribuído para o pagamento do plano de saúde.

A empresa pode fazer uma contratação exclusiva ou manter o mesmo convênio médico, sem alteração de cobertura. Caso a proposta seja aceita pelo ex-empregado, basta comunicar a operadora do plano e a cobrança começa a ser feita diretamente do usuário, que pode pagar um valor reduzido (relativo à quantia desembolsada pela empresa) pelo prazo de até 2 anos.

Esse benefício é uma maneira de o colaborador ter uma segurança maior, sem precisar se preocupar no caso de perder o emprego.

Elevação da produtividade

O colaborador que está preocupado com sua saúde ou a de algum familiar (um filho, por exemplo) tende a ser mais estressado e produzir menos. Essa é uma questão psicológica, mas que afeta muito o resultado no trabalho. Quando o convênio médico é oferecido, ele se sente resguardado e, provavelmente, faltará menos devido a questões de saúde.

A consequência dessa situação é um foco maior nas atividades que estão sendo realizadas e a redução ou eliminação da insatisfação — outro fator que interfere negativamente a produtividade.

A existência do plano também reduz as chances de doenças aparecerem, já que o colaborador consegue acompanhar a sua saúde periodicamente e adotar ações preventivas.

Desconto no valor da mensalidade

Os planos de saúde empresariais são mais baratos que as opções individuais e as empresas possuem diversos benefícios. Por isso, é importante analisar a prestadora que ofereça as maiores vantagens.

Para o colaborador, é a oportunidade de ter acesso a um plano bom sem ter boa parte do seu salário comprometida. Para a empresa, é uma alternativa de valorizar os profissionais com um custo relativamente baixo.

Além disso, há benefícios em impostos, já que há incentivo fiscal devido ao investimento na saúde do trabalhador.

Aumento da flexibilidade

Os planos de saúde empresariais são muito flexíveis, porque há condições diferentes das coberturas individuais. Isso faz com que, geralmente, as demandas do empreendimento sejam atendidas.

Esse benefício também permite que todas as empresas, independentemente do porte que possuam, possam oferecer o plano de saúde. Afinal de contas, o valor se ajusta ao orçamento do negócio e o valor individual fica ainda mais barato conforme o número de colaboradores aumenta.

Redução no índice de licenças

A saúde em dia e trabalhada de modo preventivo evita que os colaboradores precisem tirar licença médica, um problema que costuma afetar negativamente os negócios. Ao mesmo tempo, são reduzidas as faltas e ausências, que impactam a produtividade.

É importante reforçar que as pequenas e médias empresas também podem — e devem — oferecer o plano de saúde. Apesar de esse investimento parecer pesado no início, ele traz retornos muito positivos e ajuda, inclusive, no crescimento do empreendimento.

Isso acontece devido a todos os benefícios que listamos ao longo deste post. Portanto, sua empresa consegue crescer de maneira sustentável e adequada, focando a valorização dos colaboradores e a retenção de talentos.

Gostou de compreender melhor os motivos que justificam a contratação do plano de saúde empresarial? Entre em contato conosco e veja todas as opções que temos a oferecer para o seu negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − dez =

Aguarde...

Cadastre-se e receba nossas dicas!

Tenha a segurança de quem está há mais 30 anos no mercado.

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com