Gestao De Condominio 5 Dicas Para Beneficiar A Todos Os Moradores.jpeg

Gestão de Condomínio: 5 dicas para beneficiar a todos os moradores

Viver em condomínio, seja ele vertical ou não, é algo cada vez mais comum na nossa sociedade. Afinal, essa é uma ótima medida para abrigar a quantidade crescente de habitantes, principalmente nas grandes cidades. No entanto, como todos sabem, locais que abrigam muitas pessoas necessitam de medidas para que todos convivam em harmonia e segurança — e, para isso, uma boa gestão de condomínio deve ser aplicada.

A forma como o gerenciamento é conduzido deve beneficiar os condôminos de maneira integral. Assim, pontos como o planejamento, organização e principalmente conhecimento devem ser trabalhados pelo síndico.

Apesar de não ser uma tarefa fácil, a administração do condomínio, a contabilidade, a gestão dos colaboradores e diversos outros fatores são indispensáveis para o bom funcionamento do local. Dessa forma, o síndico consegue prezar pelo bem-estar dos moradores e contribui para um relacionamento amigável entre todos.

Quer conhecer 5 dicas fundamentais para fazer um bom gerenciamento no seu condomínio? Confira agora mesmo quais são elas!

1. Procure manter o diálogo

A comunicação com os condôminos é peça chave na conquista de uma gestão de condomínio eficiente. Afinal, a administração é voltada para eles e, por esse motivo, nada mais justo que estejam sempre a par de todos os acontecimentos.

Os moradores têm direito de participar da gestão e precisam ter voz ativa em reuniões, assembleias e outros eventos do condomínio. Assim, o síndico precisa ouvir, conversar e discutir todas as questões envolvidas.

É claro que nem sempre você conseguirá agradar a todos os moradores e, nessas situações, o ideal é entrar em um consenso com a maioria. Mesmo assim, se esforce em mostrar os benefícios de cada decisão para as partes contrárias — isso evita polêmicas e divergências no futuro.

2. Organize o trabalho administrativo

A administração envolve a definição de objetivos e planejamento para que todas as metas sejam atingidas. Por esse motivo, crie listas e separe dias específicos para cuidar de cada assunto. Isso é essencial para que as responsabilidades sejam cumpridas, sendo as principais delas os seguintes pagamentos:

  • salário dos funcionários;
  • contas de luz e de água;
  • taxas e impostos;
  • fornecedores.

Além disso, o síndico também precisa se organizar quanto a questões como:

  • redação de atas e registro de todas as decisões tomadas e acontecimentos do condomínio;
  • emissão de boletos bancários das taxas que devem ser pagas;
  • representação do imóvel em órgãos públicos e de vigilância;
  • seleção e treinamento dos funcionários.

Com tantas tarefas a fazer, ter uma agenda bem organizada é indispensável para que os prazos sejam cumpridos e não gerem problemas para o condomínio.

3. Contrate serviços de manutenção de confiança

As áreas comuns de um condomínio, como recepção, salão de festas, estacionamento e academia, são espaços utilizados por todos, mas que estão sob os cuidados do síndico.

Assim, é dever dele zelar por esses ambientes e ficar atento aos detalhes, especialmente quando manutenções são necessárias. Ao solicitar um serviço de reparo ou obras, o síndico deve ficar atento às seguintes questões:

  • a equipe deve ser conhecida no mercado e prestar serviços de qualidade;
  • a cotação de empresas confiáveis é indispensável para optar por aquela mais em conta;
  • é recomendado acompanhar os trabalhos realizados pelos profissionais para cobrar sempre o melhor;
  • a verificação dos trabalhadores quanto ao uso de equipamentos de segurança individual é importante para preservar o condomínio.

Além disso, você precisa exigir da empresa empreiteira que disponibilize uma lista com o nome de todos os funcionários que terão acesso ao condomínio. Assim, você consegue se programar e produzir crachás com foto para cada um deles, o que aumenta a segurança do ambiente e evita que pessoas mal-intencionadas se aproveitem da situação para invadir o local.

4. Preste contas

Toda organização necessita de transparência quanto aos processos financeiros — e isso não é diferente para os condomínios. Quando o assunto é dinheiro, manter o controle de gastos e prestar contas é essencial para economizar e aplicar muito bem o que é arrecadado todo mês entre os moradores — além de aumentar a confiança deles quanto ao seu trabalho.

Por isso, atente aos seguintes detalhes:

  • guarde todas as notas fiscais de compras e serviços do condomínio;
  • faça pelo menos três orçamentos antes de fechar qualquer negócio;
  • convoque reuniões e exponha todos os valores que precisam ser gastos antes de realizá-los;
  • proponha medidas para acabar com inadimplências dos condôminos;
  • crie um fundo de reserva ou poupança para o condomínio para investimentos maiores no futuro.

Além disso, com as modernidades que a tecnologia inseriu no nosso dia a dia, alguns recursos facilitam em muito a gestão de condomínio, principalmente quanto às finanças.

Por esse motivo, invista em um sistema automatizado de gestão, o que aumenta a eficiência do seu trabalho e diminui a porcentagem de erros. Além disso, os recursos tecnológicos facilitam o processo de comunicação com os moradores, que já foi destacado como essencial no bom gerenciamento de um condomínio.

5. Contrate um seguro para o condomínio

Eventualidades e acidentes podem ocorrer a qualquer momento — e se prevenir continua sendo o segredo para evitar situações inesperadas. Como dever, todo condomínio precisa contratar um seguro, o que já é uma obrigação imposta por lei.

Um seguro para condomínio protege o patrimônio coletivo e individual de danos causados por incêndios, raios e explosões na cobertura básica. No entanto, você pode contratar um seguro com adicionais, como proteção contra danos elétricos, alagamentos, vazamentos, ruptura de tubulações e até vidraças quebradas.

No entanto, alerte os condôminos: a cobertura de um seguro básico abrange apenas as áreas comuns. Nos apartamentos ou unidades privadas, a cobertura inclui apenas a construção, como as paredes, janelas e piso.

Se você é o responsável por fazer a gestão de condomínio, deve se orgulhar desse papel: essa não é uma tarefa simples e exige qualificação e dedicação em tempo integral. Assim, sabemos que as nossas dicas são muito úteis para auxiliar você nessa função, o que torna o seu trabalho cada vez melhor e reconhecido pelos moradores. Portanto, não deixe de praticá-las!

Gostou do nosso post? Então, que tal saber um pouco mais sobre o Seguro Condomínio e conhecer uma empresa com serviços de confiança? Aproveite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + treze =

Aguarde...

Cadastre-se e receba nossas dicas!

Tenha a segurança de quem está há mais 30 anos no mercado.

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com